Programa

 



Hora

28 de Janeiro

Anfiteatro III, Faculdade de Letras de Lisboa

 

10.00-10.30

Sessão de abertura

 

Conferência

10.30-11.30

Rafael Valladares
Escuela Española de Historia y Arqueología en Roma

Teatro para “vasallos rebeldes”. Felipe IV y la propaganda austracista durante la Restauración de Portugal

11.30-11.45

Pausa para café

 

Comunicações

11.45-12.05

María Rosa Álvarez Sellers
Universitat de València

La raya quebrada: la Restauração portuguesa desde ambos lados de la frontera

12.05-12.25

Flavia Corradin
Universidade de São Paulo

A Restauração portuguesa vista sob o olhar teatral do Seiscentos e do Oitocentos

12.25-12.45

Daniel Saraiva
Université. Paris IV
O labirinto das fidelidades: O papel do teatro na campanha pública da Restauração

12.45-13.15

Debate

13.15-15.00

Almoço

 

Comunicações

15.00-15-20

Manuel Calderón Calderón
Centro de Estudos de Teatro da Universidade de Lisboa
Ángeles y leviatanes: el teatro político de Antonio Enríquez Gómez

15.20-15.40

Teresa Araújo
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Univ. Nova de Lisboa
Procedimentos engenhosos: o dramaturgo dramatizado

15.40-16.00

Debate

16.00-16.10

Pausa

16.10-16.30

Antonio Rivero Machina
Universidad de Extremadura
El alférez Jacinto Cordeiro: identidad literaria y compromiso nacional

16.30-16.50

Rogério Miguel Puga
Centre for English, Translation and Anglo-Portuguese Studies (FCSH)
Intertextualidade(s) em torno de um mito nacional literário em Los doze de Inglaterra (1634): a recuperação de uma temática anglo-portuguesa por Jacinto Cordeiro

16.50-17.10

Debate

17.10-17.25

Pausa para café

 

Conferência

17.25-18.25

Pedro Cardim
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Univ. Nova de Lisboa
«Monstros de fidelidad». História, identidade e política no Discurso del duque de Alba al católico Felipe IV sobre el consejo que se le dió en abril pasado para la recuperación de Portugal... (S. l., s.e., s.d.) [1645]





 



 

Hora

29 de Janeiro

Anfiteatro III, Faculdade de Letras de Lisboa

 

 

Conferência

10.00-11.00

David Cranmer
Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical da Univ. Nova de Lisboa
O uso da música na dramaturgia portuguesa seiscentista

11.00-11.15

Pausa para café

 

Comunicações

11.15-11.35

Filipa Freitas
Universidade Nova de Lisboa
Variações no tempo e no texto: celebrações da vida de Cristo no contexto do teatro jesuítico seiscentista

11.35-11.55

Isabel Boavida
Addis Ababa University
A tragicomédia El mártir de Etiopía: uma encomenda cumprida

11.55-12.15

Jamyle Souza
Universidade Federal da Bahia

Auto del Nacimiento de Cristo.. de Francisco Lobo: permanência de uma matriz cênica

12.15-12.45

Debate

13.25-15.00

Almoço

15.00-15.20

José Javier Rodríguez Rodríguez
Universidad del País Vasco
Rebelo reescrito:de La burla más engrazada a A peça mais engraçada

15.20-15.40

Tatiana Jordá Fabra
Universitat de València
Teatro de ardides y fingimientos: la función del engaño del teatro vicentino al entremés del siglo XVII

15.40-16.00

Carlos Rosa
Universidade de São Paulo

O negro mais bem mandado

16.00-16.30

Debate

16.30-16.45

Pausa para café

 

Conferência

16.45-17.45

Evelina Verdelho
Universidade de Coimbra

O Fidalgo aprendiz entre enganos e des-enganos de tipógrafos, editores e filólogos. Em busca de “agasalho” melhorado para a farsa de D. Francisco Manuel de Melo.

 









Hora

30 de Janeiro

Museu da Cidade

 

 

Conferência

10.00-11.00

Vítor Serrão
Instituto de História da Arte da Universidade de Lisboa
Tela «O Pátio das Comédias» e as representações teatrais na arte portuguesa do século XVII

11.00-11.45

Exposição iconográfica O Teatro e a Festa na Lisboa do século XVII

11.45-12.00

Pausa para café

 

Comunicações

12.00-12.20

José A. Rodríguez Garrido
Universidad Católica del Perú
Embajada española y teatro en Portugal: los festejos del Marqués
de Castell dos Rius en homenaje al príncipe Juan (1692-1695)

12.20-12.40

José Pedro Sousa
Centro de Estudos de Teatro da Universidade de Lisboa
Ler novamente o teatro de autores portugueses do século XVII

12.40-13.00

Guillermo Gómez Sánchez-Ferrer
Universidad Complutense de Madrid
El teatro de autores portugueses en las prensas castellanas

13.00-13.30

Debate

13.30-15.00

Almoço

15.00-15.30

Apresentação do vídeo Reconstrução virtual do Pátio das Arcas

15.30-15.45

Pausa para café

15.45-17.15

Apresentação do projecto «Teatro de Autores Portugueses do século XVII: uma biblioteca digital» por José Camões (Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Univ. de Lisboa)

 

Mesa redonda com Abraham Madroñal (Université de Genève), Evangelina Rodríguez Cuadros (Universitat de València), Mercedes de los Reyes Peña (Universidad de Sevilla) e Maria Idalina Resina Rodrigues (Universidade de Lisboa)

17.15-17.30

Encerramento